Não Espalhar a Sujeira e Propagar Vírus na hora de Varrer com Cuidado

02/07/2020
Não Espalhar a Sujeira e Propagar Vírus na hora de Varrer com Cuidado

Com a pandemia de coronavírus no mundo, novos hábitos surgiram para endossar o protocolo de higiene recomendado pelas autoridades, colocando em cheque muitas práticas comuns na rotina dos brasileiros. É o caso do uso da vassoura na faxina. Ao levantar o pó do chão, espalhando-o pela superfície, é possível que seu uso dissemine vírus e bactérias por toda a casa. “É o que chamamos de contaminação cruzada, quando transferimos a sujeira de um local a outro”.



Por esse motivo, é importante diferenciar que tipo de vassoura é adequada para a higienização de cada ambiente. "As vassouras duras, como a de piaçava, devem ser utilizadas apenas na área externa. internamente, dê preferência a vassouras de pêlo, que empurram a sujeira, ou as tipo mop", recomenda o biomédico e microbiologista Roberto Figueiredo, conhecido como Dr. Bactéria, parceiro da Bettanin. Você pode substituir a vassoura tipo mop por um rodo com pano molhado, usando sempre dois baldes: um com solução de detergente e bicarbonato (uma ou duas colheres de sopa para 1 litro de água) e outro para enxágue.



"O ideal é utilizar uma vassoura ou pano para a cozinha, um para o banheiro e outro para o restante da casa, sempre enxaguando o pano durante o processo de limpeza. Se optar por usar a mesma ferramenta em todos os cômodos, considere fazer uma desinfecção antes de iniciar o ambiente seguinte", sugere Roberto. Independente do tipo da vassoura, o processo de higienização começa da mesma forma: com uma luva, retire todo os pêlos, cabelos e resíduos grandes de sujeira e jogue fora.



No caso da mop ou do pano, mergulhe em uma solução de 1 litro de água com uma ou duas colheres de detergente e bicarbonato e lave bem. Depois, prepare uma solução com duas colheres de água sanitária para 1 litro de água e deixe agir por pelo menos cinco minutos. “Se as cerdas forem de nylon, podem ficar de molho por 15 minutos em um balde com detergente neutro ou com 50 ml de vinagre diluídos em água. Já as de fios naturais, em água e sabão neutro”, ensina Renato.



Outra recomendação importante é que a vassoura só seja usada novamente quando estiver seca. "Pendure-a pelo cabo, de forma que ela não encoste no chão, o que pode deformar as cerdas", afirma Roberto.

@GLOBOCONSTRUTORA